Exibindo de 1 a 4 do total de 4 (1 páginas)

Especialistas recomendam que durante a pandemia Covid-19, coronavírus, as pessoas devem evitar a inflamação. É muito importante manter uma alimentação saudável e manter-se ativo para favorecer a ação do sistema imunológico. Isso inclui o clássico banho de sol de 15 a 20 minutos diariamente para ativar a vitamina D - em razão da exposição da pele aos raios do sol.

Muitas pessoas se concentram em estar sob o sol nos fins de semana - focalizam na exposição ao sol nos fins de semana, mas é muito importante a absorção diária

Um estudo publicado em julho/2020 por uma revista de saúde internacional mostrou como os níveis de vitamina D e Covid-19 se relacionam.

Nesse estudo, notou-se que pacientes em crises graves de Covid-19 apresentaram baixos níveis de vitamina D no organismo. Conforme os dados da pesquisa, foi evidenciado que pacientes com baixos níveis de vitamina D tinham muito mais chances de serem hospitalizados.

A pandemia Covid-19, coronavírus, tem deixado rastros pelo mundo. Muitas pessoas que testaram positivo para o SARS Covid-19 (coronavírus) se recuperaram em poucas semanas. No entanto, muitas dessas pessoas continuam com sintomas da doença - mesmo passado o período de recuperação.

Em relação ao contágio e recuperação do Covid-19, há registros de que mesmo pessoas que não tiveram tantas complicações mais graves de saúde durante o contágio por Covid-19, coronavírus - ainda relatam que têm sentido sintomas da doença. Em alguns casos, há relatos de pessoas idosas que têm mostrado sinais persistentes da doença.

Conheça alguns sintomas do pós-Covid-19, coronavírus :

Problemas de memória

Perda de olfato

Perda de paladar

Fadiga

Falta de ar

Tosse

Dores nas articulações

Dor no peito

Dores de cabeça

Dores musculares

Aceleração dos batimentos cardíacos

Dificuldade de concentração

Problemas de memória

O ponto da relação entre o baixo nível de vitamina D e o contágio por Covid-19 tem de ser visto com cuidado.

Quais os sintomas de falta de vitamina D

Dores musculares

Fadiga, fraqueza e mal-estar;

Dor nos ossos;

Espasmos musculares;

Vulnerabilidade a doenças;

Ganho de peso;

Perda de cabelo;

Desânimo persistente;

Sonolência excessiva durante o dia;

Letargia (desinteresse, apatia, incapacidade de expressar emoções);

Dificuldade na cicatrização;

Problemas de desempenho cognitivo.